Comunicação

Aprender com os filhos é possível? Veja como acontece essa troca

Publicado em : 04/10/2019

 

Aprender com os filhos é possível? Veja como acontece essa troca 

 

por Escola da Inteligência (texto adaptado)*

 

Os pais preocupam-se com a aprendizagem cognitiva, cultural e socioemocional dos seus filhos, buscando meios para favorecer o seu desenvolvimento. Contudo, em razão de suas diversas responsabilidades cotidianas e do foco que mantêm na família, os pais acabam não percebendo que podem aprender com os filhos.

É natural que os filhos aprendam com os pais, que, na maioria das vezes, tornam-se exemplos significativos de caráter e conduta ao longo do desenvolvimento psicossocial da criança e do adolescente. O contrário, além de ser possível, é uma forma poderosa de fortalecer as relações afetivas entre pais e filhos, tornando-os mais próximos e solidários um com o outro.

 

A aprendizagem com os filhos

O processo de aprendizagem informal pode ocorrer de diversas formas, inclusive a partir da observação do comportamento de pessoas que estão ao nosso redor. Pais e filhos mantêm relações muito próximas e, por essa razão, têm a oportunidade de vivenciar, juntos, diversas situações, tanto as mais cotidianas quanto outras de natureza singular.

A convivência, a presença, o diálogo constante favorecem os vínculos afetivos, bem como as relações de admiração e respeito entre pais e filhos, pois estão em circunstâncias favoráveis para a troca de experiências, ideias e aprendizagens. De forma natural, os filhos observam e internalizam não apenas exemplos de conduta, mas também uma série de modos de pensar e atitudes mais espontâneas dos pais. Já os pais, comumente, deixam de ver que os seus filhos podem ensiná-los.

Para que os pais possam aprender com os filhos, é preciso que estejam atentos e abertos à troca, ou seja, precisam perceber as crianças e os adolescentes como indivíduos mais espontâneos que, no dia a dia, evidenciam nossos pontos mais frágeis ou vulneráveis e, por isso mesmo, nos motivam a crescer, a melhorar. E assim, na medida em que se reconhecem atitudes ou reações indesejáveis, haverá estímulo para o desenvolvimento do autocontrole e outras habilidades. Isso significa que os pais precisam entender que seus filhos têm personalidade, caráter, opiniões, além de, desde cedo, viverem experiências no decorrer das múltiplas interações que têm com os outros e com o mundo.

 

As diferenças entre gerações e personalidades

Os pais podem aprender com os filhos durante todas as etapas do desenvolvimento das crianças e adolescentes, pelo simples fato de apresentarem personalidades distintas e pertencerem a gerações diferentes. Essa diversidade é capaz de promover novos olhares e levar os pais a refletirem sobre seu modo de pensar e agir em diferentes circunstâncias.

Isso acontece porque as características pessoais dos filhos não são as mesmas dos pais; além disso, é preciso considerar as discrepâncias normais entre faixas etárias distintas. De um lado, os adultos ocupam-se com atividades e estímulos diferentes daqueles que interessam às crianças, acumulando experiências  e saberes diversos daqueles adquiridos por elas; de outro lado, os filhos podem despertar em seus pais algumas habilidades e virtudes esquecidas.

 

O que é possível aprender com os filhos

Existe uma série de aprendizados que os filhos podem transmitir aos seus pais, sobretudo no que diz respeito à inteligência emocional. Crianças e adolescentes estão em processo de desenvolvimento, não só cognitivo e corporal, mas também socioemocional. Assim, eles experimentam emoções, sentimentos e interações de um modo diferente dos adultos.

Crianças são curiosas, estão sempre atentas ao novo, tudo lhes desperta a atenção; os pais podem aprender muito com essa disposição natural da criança para olhar e se encantar com o mundo.  Além disso, crianças e adolescentes dispõem do tempo de maneira muito mais proveitosa. Como eles têm menos preocupações que os adultos, vivem suas experiências com mais foco e intensidade, pelo fato de estarem com o corpo e a mente totalmente presentes em suas atividades. Essa é uma lição valiosíssima que os adultos podem aprender com seus filhos. O amor às pessoas e aos animais é outra característica valorosa que os filhos costumam ter e legar ao pais. Em outras palavras, aprender com os filhos é uma excelente oportunidade de ser uma pessoa melhor.

O ambiente familiar é um espaço em que ocorrem trocas afetivas e de saberes que são de grande importância cognitiva, social e emocional para todas as pessoas que pertencem à família. Ao aprender com os filhos, os pais têm a oportunidade de intensificar sua relação com eles e, ao mesmo tempo, se tornar seres humanos mais sensíveis, tolerantes e empáticos.

 

*Disponível em:<https://escoladainteligencia.com.br/aprender-com-os-filhos-e-possivel-veja-como-acontece-essa-troca/>. Acesso: 27 set. 2019. (Adaptado)

 


Adolescência em questão

Adolescência em questão

 21/02/2020

Falta de sono na hora de dormir, sono demais na hora de levantar, preguiça para realização de tarefas de casa, preguiça para leitura, tempo em excesso nos eletrônicos, conflitos com a família, quarto sempre desarrumado. Se você é mãe, pai ou responsável de um pré-adolescente/adolescente, você provavelmente já presenciou pelo menos uma das situações acima. Não se assuste porque a grande maioria desses “sintomas” é natural, porém passageira.


Educar - Desafios e Possibilidades

Educar - Desafios e Possibilidades

 14/02/2020

Me deparei há algum tempo com um texto de Rubem Alves falando sobre a Arte de Educar. E se existe algo que normalmente as pessoas concordam é sobre o grande desafio que envolve esse processo. A Escola Interamérica, ciente de sua responsabilidade enquanto parceira da família e da sociedade, se sente também diariamente desafiada a estudar, aprimorar e qualificar cada vez mais o seu trabalho pedagógico.


A arte de viver em mundos distintos ao mesmo tempo, tentando conhecer a si mesmo

A arte de viver em mundos distintos ao mesmo tempo, tentando conhecer a si mesmo

 07/02/2020

Em uma escola, cabe a nós reconhecer os talentos de cada estudante sob nossa responsabilidade. Se buscamos colocá-los todos na mesma fôrma, corremos o risco de enterrar artistas, cientistas, e tantos outros profissionais que poderiam brilhar em um futuro muito mais próximo do que imaginamos. O mundo da nossa consciência privada precisa ser preparado também para respeitar o outro.


Esta semana iniciamos o ano letivo de 2020!

Esta semana iniciamos o ano letivo de 2020!

 31/01/2020

Nossos(as) estudantes regressaram e, como todo início de ano, os reencontramos retornando ao espaço que já conheciam com olhares que expressam diferentes sentimentos


A arte de educar

A arte de educar

 31/01/2020

Nosso foco, enquanto educadores, volta-se sempre para entender o jovem (e a criança) de hoje: como se vê, como se relaciona, o que observa, como aprende... Essas questões todas têm a ver com o meio em que a criança ou jovem vive. Entende-se que o meio vai além do ambiente, contemplando principalmente AS PESSOAS COM QUEM SE RELACIONA E SÃO SUAS REFERÊNCIAS.


Boas-vindas e reflexões

Boas-vindas e reflexões

 24/01/2020

Iniciamos mais um ano letivo, mais um período de nossas vidas entrelaçadas por desejos comuns... Iniciemos, então, também com boas-vindas, alegria e muita reflexão.
A todos os pais que compartilham conosco – educadores da Escola Interamérica – da preocupação em oferecer aos filhos/alunos a MELHOR ESCOLA, algumas palavras...


A escola e o desenvolvimento de todos nós

A escola e o desenvolvimento de todos nós

 29/11/2019

O momento de olhar para o que passou e contemplar o que foi feito no período conhecido como 2019 chegou. Neste momento, cabe a nós a tarefa de limpar nossos olhos para podermos observar com clareza nossas conquistas.


Estamos no mês de novembro…

Estamos no mês de novembro…

 29/11/2019

E o cheirinho de despedida está no ar… O fim de ano representa muito crescimento! Crianças deixando mais evidentes suas vozes, seus desenhos, suas primeiras escritas… Umas já nem precisam mais de auxílio para escrever um bilhete, outras continuam pegando no lápis de um jeito bem particular; tem criança pulando corda de olhos fechados, recontando histórias melhor do que a prô e outras superando a timidez para subir ao palco e ajudar o grupo na apresentação… Quanto esforço, quantas conexões, relações e processos para essas descobertas!


Feira Cultural 2019

Feira Cultural 2019

 22/11/2019

Amanhã, dia 23 de novembro, acontecerá mais uma Feira Cultural da Escola Interamérica na Unidade II. Será uma excelente oportunidade para conhecer projetos desenvolvidos ao longo do ano frutos da parceria de toda a nossa comunidade escolar. Será ainda possível vivenciar e apreender saberes construídos através de muito estudo, pesquisas, apresentações, experiências, muita mão na massa e, enfim, dedicação e colaboração.


Como desenvolver bons hábitos de comunicação entre pais e filhos?

Como desenvolver bons hábitos de comunicação entre pais e filhos?

 08/11/2019

Uma comunicação saudável e positiva entre pais e filhos tem influência, por exemplo, na educação, tornando mais fácil para estes compreender e refletir sobre o que lhes é transmitido, em vez de focar em ordens e obediência.
Além disso, a relação e a convivência da família também se tornam mais tranquilas, agradáveis e enriquecedoras, o que favorece o bem-estar de todos.
Pensando nesses pontos, podemos nos perguntar: como praticar uma comunicação saudável em família e criar hábitos para favorecê-la no dia a dia?