Comunicação

A escola e o desenvolvimento de todos nós

Publicado em : 29/11/2019

 

 

A escola e o desenvolvimento de todos nós

por André Mols*

 

O momento de olhar para o que passou e contemplar o que foi feito no período conhecido como 2019 chegou. Neste momento, cabe a nós a tarefa de limpar nossos olhos para podermos observar com clareza nossas conquistas.

O conceito de conquista é um bom começo para esta discussão. Significa coisas diferentes para pessoas diferentes. Minha intenção aqui é tratar das conquistas que fazem com que sejamos pessoas melhores, em nosso processo diário de desenvolvimento. Naturalmente, o Outro e os nossos espaços de convivência contribuem de maneira direta, oferecendo-nos estas oportunidades. Não me refiro aqui ao discurso piegas, repetitivo e chato que prega algo que não é factível. Somos humanos, e assim sendo, nossas contradições em muitos momentos nos impedem de perceber o que é mais do que claro.

A Escola, enquanto espaço de convivência, é privilegiadíssima neste sentido. Os motivos são óbvios, e é importante retomá-los. Na escola, temos a oportunidade de conviver com as mais diferentes pessoas. Cada um de nós, com nossas expectativas, constrói imagens que retratam, de maneira mais ou menos precisa, quem é o Outro, em nosso ponto de vista. Ocorre que, em muitos momentos, este Outro é completamente diferente do que nós enxergamos.

Assim, a escola se transforma em espaço de exercício e prática de respeito às diferenças, de tolerância e de escuta empática. Em nossa escola não é diferente. Dia após dia, semana após semana, nos deparamos com desafios desta natureza, que nos colocam à prova, neste enfrentamento constante conosco mesmos. Afinal de contas, quem somos?

“Somos quem podemos ser, somos quem queremos ser”. Novamente, cabe a nós somente, e não ao Outro, a tarefa de nos conhecermos e de nos reconhecermos como parte de vários todos, que por sua vez se entrelaçam em múltiplas teias, em relacionamentos os mais diversos.

São estes todos, e as múltiplas partes destes, que constituem o que conhecemos como sociedade. Uma escola é um fragmento que representa simbolicamente a sociedade na qual está inserida. Na escola, os seres humanos desnudam-se, já que as máscaras que nos protegem hipoteticamente no contexto social desaparecem aos poucos.

O valor da experiência escolar é imenso. Tenho certeza de que cada um de vocês que agora estão lendo este texto guardam na memória momentos preciosos vividos em um ambiente escolar. É isso mesmo. Na escola vivemos as emoções que também vivemos fora de seus muros. A Escola não pode ser uma bolha asséptica a nos “proteger”. Proteção neste caso significa exatamente subsidiar e promover o desenvolvimento, que é de cada um, individualmente.

Parece difícil, e é mesmo. Então, neste momento, quando olhamos para o que passou e contemplamos o que foi feito no período conhecido como 2019 em nossa escola, temos a satisfação de perceber que nos desenvolvemos – cada um à sua maneira, cada um na sua velocidade – afinal, lidamos com organismos, e não com mecanismos.

Nós, da Escola Interamérica, desejamos a todos Boas Festas, e um Novo Ano repleto de realizações e desenvolvimento, de maneira responsável, ética, e acima de tudo, verdadeira.

 

*André Mols é Gestor de Desenvolvimento e Currículo da Escola Interamérica - Unidades I e II e músico.


Estamos no mês de novembro…

Estamos no mês de novembro…

 29/11/2019

E o cheirinho de despedida está no ar… O fim de ano representa muito crescimento! Crianças deixando mais evidentes suas vozes, seus desenhos, suas primeiras escritas… Umas já nem precisam mais de auxílio para escrever um bilhete, outras continuam pegando no lápis de um jeito bem particular; tem criança pulando corda de olhos fechados, recontando histórias melhor do que a prô e outras superando a timidez para subir ao palco e ajudar o grupo na apresentação… Quanto esforço, quantas conexões, relações e processos para essas descobertas!


Feira Cultural 2019

Feira Cultural 2019

 22/11/2019

Amanhã, dia 23 de novembro, acontecerá mais uma Feira Cultural da Escola Interamérica na Unidade II. Será uma excelente oportunidade para conhecer projetos desenvolvidos ao longo do ano frutos da parceria de toda a nossa comunidade escolar. Será ainda possível vivenciar e apreender saberes construídos através de muito estudo, pesquisas, apresentações, experiências, muita mão na massa e, enfim, dedicação e colaboração.


Como desenvolver bons hábitos de comunicação entre pais e filhos?

Como desenvolver bons hábitos de comunicação entre pais e filhos?

 08/11/2019

Uma comunicação saudável e positiva entre pais e filhos tem influência, por exemplo, na educação, tornando mais fácil para estes compreender e refletir sobre o que lhes é transmitido, em vez de focar em ordens e obediência.
Além disso, a relação e a convivência da família também se tornam mais tranquilas, agradáveis e enriquecedoras, o que favorece o bem-estar de todos.
Pensando nesses pontos, podemos nos perguntar: como praticar uma comunicação saudável em família e criar hábitos para favorecê-la no dia a dia?


Mãe, brinca comigo?

Mãe, brinca comigo?

 01/11/2019

Muitos pais se queixam de que, com a carga de trabalho que têm, quando chegam a casa à noitinha tudo que querem é descanso…


Pontualidade: como ensiná-la aos filhos?

Pontualidade: como ensiná-la aos filhos?

 01/11/2019

Entenda desta forma: seus filhos jamais aprenderão a importância de ser pontual se não vivenciarem esse comportamento em casa.

A teoria é muito bonita e necessária, mas se as crianças percebem que os familiares são indulgentes consigo mesmos em relação ao horário, é provável que reproduzam essa atitude quando adultos.


Relacionamento abusivo entre crianças

Relacionamento abusivo entre crianças

 18/10/2019

De uma mãe preocupada: “Percebo que minha filha de oito anos está estressada com uma amiga da escola que não a deixa em paz: não quer que ela converse com outras meninas, liga várias vezes por dia, ameaça de acabar com a amizade se ela lhe desobedecer. Minha filha gosta dessa menina, mas não gosto de vê-la se submetendo a essas exigências. Não sei bem o que fazer, dá vontade de interferir, mas não sei como”.


Juventude e maturidade

Juventude e maturidade

 18/10/2019

Ser jovem deixou de ser uma etapa da vida para se transformar em um estilo de viver. Isso significa que, quando a criança entra na adolescência, ela passa a se relacionar com adultos iguais a ela, ou seja, tão jovens quanto ela. Na questão educativa, esse é um fato complicador. A adolescência é o tempo de amadurecer, mas, se os pais não ajudarem o filho a entrar na maturidade, ele continuará a agir de modo infantilizado.


Como são os “novos valores” no mundo atual?

Como são os “novos valores” no mundo atual?

 11/10/2019

Faço uma singela reflexão sobre o quão importante é a educação para os sentimentos nos dias atuais. Na escola, ouvimos com frequência pessoas com dúvidas inerentes aos “novos valores” no mundo atual. Ao que se parece...


O poder transformador da Educação

O poder transformador da Educação

 11/10/2019

Em cada um de nós existe muito dos vários educadores que por nós passaram. Os aprendizados vão muito além dos conteúdos atribuídos a uma grade curricular. Os conhecimentos e vivências são de uma relevância que carregamos para a vida. Vão desde um olhar empático de um professor, a firmeza do outro, mas que fez a diferença ao acreditar no seu potencial quando nem às vezes você mesmo acreditava.


Aprender com os filhos é possível? Veja como acontece essa troca

Aprender com os filhos é possível? Veja como acontece essa troca

 04/10/2019

Os pais preocupam-se com a aprendizagem cognitiva, cultural e socioemocional dos seus filhos, buscando meios para favorecer o seu desenvolvimento. Contudo, em razão de suas diversas responsabilidades cotidianas e do foco que mantêm na família, os pais acabam não percebendo que podem aprender com os filhos.