Comunicação

A aprendizagem como projeto

Publicado em : 23/08/2019

 

 

A aprendizagem como projeto

 

 

por André Mols*

 

O desenvolvimento do ser humano no planeta Terra é algo que assusta, e é tema recorrente nos mais diversos setores da sociedade. Ainda vivemos uma era de crescimento linear para certos aspectos da vida humana, mas certamente vários destes aspectos crescem de maneira exponencial, em velocidade difícil de se imaginar. As possibilidades de nosso cérebro, que saiu das cavernas e chegou à Lua, ainda estão envoltas em muitos mistérios. Um de nossos desafios é entendê-lo. O outro, utilizá-lo de maneira mais eficaz. 

Recentemente tive a oportunidade de conversar com um grupo de pais em reunião em nossa escola, e ao tratar do tema aprendizagem usei algumas imagens das quais gosto muito – retomando momentos nos quais o indivíduo humano desenvolveu invenções e ações disruptivas – aquelas que rompem paradigmas e alteram percursos até então considerados estáveis e consolidados. Por sua vez, o conceito de aprendizagem busca, ainda que de maneira limitada, entender um pouco de seu processo, em primeiro lugar. Ora, o trajeto que parte da pergunta, dúvida ou proposição passa por inúmeros lugares, múltiplas fontes, variadas discussões, verificações, refutações e confirmações, antes de se estabelecer como resultado palpável. Era assim na Grécia, e o silogismo lógico, desenvolvido por Aristóteles, está alinhado com esta percepção.

O ser humano, desta maneira, busca o desenvolvimento a partir de suas necessidades, desde as mais básicas até as mais complexas; das mais objetivas às subjetivas. Este desenvolvimento se dá tendo um desafio, uma questão norteadora como ponto de partida. É a partir daí que o processo produzirá, em última análise, um produto, que vai desde um objeto a um conceito filosófico, de uma viagem a um satélite natural até o desenvolvimento de uma inteligência artificial, que por meio de algoritmos consegue “pensar” em mais variáveis do que uma mente humana ao longo de uma vida inteira.

Essa é a história da humanidade – do antes, do hoje, e do amanhã. Essa também é a definição para um projeto conduzido pela Aprendizagem Baseada em Projetos enquanto metodologia. As perguntas que ficam são: como fica o nosso projeto de aprendizagem? Como fica o processo de aprendizagem de nossas crianças? Estes projetos estão diretamente vinculados às nossas expectativas, nossa percepção de mundo, e consequentemente, nosso próprio desenvolvimento. Isto afeta todos os âmbitos de nossa vida – passando por nossas relações, quer seja no âmbito pessoal ou profissional. O risco de nossos conceitos e preconceitos travarem o processo de nossas crianças é enorme, já que somos diferentes uns dos outros. É nossa tarefa proporcionar oportunidades para que as nossas “travas” não sejam também de nossas crianças. É nossa tarefa contribuir, de maneira eficaz, com a aprendizagem potencial, aquela que está a desabrochar.

Não estamos, portanto, “inventando a roda”, quando afirmamos que a Aprendizagem Baseada em Projetos nada mais é do que o resgate da curiosidade genuína, do desenvolvimento puro, do imaginar, do descobrir. Esta metodologia, difundida em nossas ações pedagógicas, prepara para além de momentos isolados.

Ela contribui para o resgate da aprendizagem como projeto de vida.

Qual é o seu projeto?

 

*André Mols é Gestor de Desenvolvimento e Currículo da Escola Interamérica - Unidades I e II e músico.


Como desenvolver bons hábitos de comunicação entre pais e filhos?

Como desenvolver bons hábitos de comunicação entre pais e filhos?

 08/11/2019

Uma comunicação saudável e positiva entre pais e filhos tem influência, por exemplo, na educação, tornando mais fácil para estes compreender e refletir sobre o que lhes é transmitido, em vez de focar em ordens e obediência.
Além disso, a relação e a convivência da família também se tornam mais tranquilas, agradáveis e enriquecedoras, o que favorece o bem-estar de todos.
Pensando nesses pontos, podemos nos perguntar: como praticar uma comunicação saudável em família e criar hábitos para favorecê-la no dia a dia?


Mãe, brinca comigo?

Mãe, brinca comigo?

 01/11/2019

Muitos pais se queixam de que, com a carga de trabalho que têm, quando chegam a casa à noitinha tudo que querem é descanso…


Pontualidade: como ensiná-la aos filhos?

Pontualidade: como ensiná-la aos filhos?

 01/11/2019

Entenda desta forma: seus filhos jamais aprenderão a importância de ser pontual se não vivenciarem esse comportamento em casa.

A teoria é muito bonita e necessária, mas se as crianças percebem que os familiares são indulgentes consigo mesmos em relação ao horário, é provável que reproduzam essa atitude quando adultos.


Relacionamento abusivo entre crianças

Relacionamento abusivo entre crianças

 18/10/2019

De uma mãe preocupada: “Percebo que minha filha de oito anos está estressada com uma amiga da escola que não a deixa em paz: não quer que ela converse com outras meninas, liga várias vezes por dia, ameaça de acabar com a amizade se ela lhe desobedecer. Minha filha gosta dessa menina, mas não gosto de vê-la se submetendo a essas exigências. Não sei bem o que fazer, dá vontade de interferir, mas não sei como”.


Juventude e maturidade

Juventude e maturidade

 18/10/2019

Ser jovem deixou de ser uma etapa da vida para se transformar em um estilo de viver. Isso significa que, quando a criança entra na adolescência, ela passa a se relacionar com adultos iguais a ela, ou seja, tão jovens quanto ela. Na questão educativa, esse é um fato complicador. A adolescência é o tempo de amadurecer, mas, se os pais não ajudarem o filho a entrar na maturidade, ele continuará a agir de modo infantilizado.


Como são os “novos valores” no mundo atual?

Como são os “novos valores” no mundo atual?

 11/10/2019

Faço uma singela reflexão sobre o quão importante é a educação para os sentimentos nos dias atuais. Na escola, ouvimos com frequência pessoas com dúvidas inerentes aos “novos valores” no mundo atual. Ao que se parece...


O poder transformador da Educação

O poder transformador da Educação

 11/10/2019

Em cada um de nós existe muito dos vários educadores que por nós passaram. Os aprendizados vão muito além dos conteúdos atribuídos a uma grade curricular. Os conhecimentos e vivências são de uma relevância que carregamos para a vida. Vão desde um olhar empático de um professor, a firmeza do outro, mas que fez a diferença ao acreditar no seu potencial quando nem às vezes você mesmo acreditava.


Aprender com os filhos é possível? Veja como acontece essa troca

Aprender com os filhos é possível? Veja como acontece essa troca

 04/10/2019

Os pais preocupam-se com a aprendizagem cognitiva, cultural e socioemocional dos seus filhos, buscando meios para favorecer o seu desenvolvimento. Contudo, em razão de suas diversas responsabilidades cotidianas e do foco que mantêm na família, os pais acabam não percebendo que podem aprender com os filhos.


De quem: crianças ou adultos? Faltam limites?

De quem: crianças ou adultos? Faltam limites?

 27/09/2019

  Faltam limites? De quem: crianças ou adultos?   por Marcelo Cunha Bueno*   Muitas famílias me procuram para conversar a respeito de limites e de uma tal de “agressividade” infantil. Trazem os mais diferentes relatos de espancamento, cusparadas, mordidas e [...]


Aprenda como trabalhar a autonomia na adolescência

Aprenda como trabalhar a autonomia na adolescência

 27/09/2019

A autonomia é uma das características mais importantes no desenvolvimento dos filhos. Ela representa a independência e responsabilidade que o indivíduo terá quando crescer e, por esse motivo, é necessário incentivá-la ao longo dos anos. Trabalhar a autonomia na adolescência pode ser a chave para um mundo com pessoas mais decididas e seguras de si.