Fundamental I

Integral

Ampliando e enriquecendo o nosso currículo oferecemos também ao aluno do Ensino Fundamental 1 o período integral. As atividades realizadas no Período Integral objetivam ampliar o conhecimento, desenvolver as habilidades e competências necessárias na vida da criança.  Elaboramos nossa rotina do integral fundamentada, dos quatro pilares da educação referendados pela Unesco:

  • aprender a conhecer;
  • aprender a fazer;
  • aprender a conviver;
  • aprender a ser.

Faz parte de nossa proposta fortalecer na criança uma imagem positiva de si, descobrindo suas potencialidades de comunicação, integração social e cultural, além de oferecer oportunidades para o fortalecimento da convivência respeitosa, do autoconhecimento, buscando sempre o diálogo como forma de resolver os conflitos. Nosso compromisso está explícito no Projeto Interamérica Por Um Mundo Melhor  que acredita e trabalha para a construção de um mundo mais fraterno.

O projeto de Música é oferecido para os alunos da Educação Infantil durante o período regular de aula e para os alunos de 2º ao 5º Ano no Integral Opcional. Nessas aulas de educação musical, ritmo, voz e corpo são instrumentos do nosso trabalho. Dentro dessa proposta as crianças identificam os tipos de sons, conhecem as características dos mesmos e suas produções; pesquisam sobre diferentes ritmos e suas histórias; estimulam a descoberta da infinidade de combinações musicais; trabalham a coordenação motora e a percepção de espaço e som.

A concentração nessas aulas é muito trabalhada, pois as crianças desenvolvem a memória musical, por meio de jogos e brincadeiras que  trabalham  as teorias musicais.

Brincar com a voz, cantar  faz parte da rotina das aulas de música.  Nas aulas do Integral são apresentados alguns  instrumentos como: violão, teclado, flauta doce, pandeiro, triângulo, reco-reco, maracá e gaita e escaleta. É explorada a  identificação de  suas partes, como montá-los e  suas principais características. O processo ensino-aprendizagem para tocar um instrumento ocorre de acordo com interesses dos alunos. São realizadas apresentações  musicais  dentro do espaço escolar.

O trabalho tem como objetivo promover a expressão e a comunicação por meio da Arte articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão ao realizar e fluir as produções artísticas.

Também acontece a interação com diversos materiais, instrumentos e procedimentos variados nas diferentes linguagens artísticas (artes visuais, dança, música e teatro) experimentando-os e conhecendo-os de modo a utilizá-los nos trabalhos pessoais. Para isso, é preciso compreender e saber identificar a Arte como fato histórico contextualizado nas diversas culturas, conhecendo, respeitando e podendo observar as produções presentes no entorno, assim como as demais do patrimônio cultural e do universo natural, identificando a existência de diferentes padrões artísticos e estéticos (PCN- MEC 1997, p.53), ampliando, portanto a habilidade de identificar, criar, desenhar, pintar, modelar e improvisar obras de arte.

No processo de criação, a criança sente e identifica a própria emoção, liberta-se da tensão, ajusta-se, organiza pensamentos, sentimentos e sensações. No ateliê de arte o aluno desenvolve habilidades e competências artísticas individuais e coletivas e a Mostra de Arte da Interamérica, um evento que acontece anualmente na escola, permite aos alunos e a comunidade escolar, apreciarem os estudos e as atividades desenvolvidas nessas aulas.

As aulas de Teatro ampliam as inteligências: linguística ou verbal, corporal, inteligência pictórica (artes) interpessoal (relação com o outro) e a intrapessoal (autoestima).

O exercício de desinibição é realizado por meio da criação de personagens, que possibilita a criança improvisar cenas enfatizando a expressão facial e corporal, apropriando-se das mais diversas técnicas teatrais. As atividades de expressão corporal, auxiliam e ampliam a capacidade de compreender e interpretar diferentes textos, pois é por meio da leitura e do significado dado à mesma, que os alunos criam as expressões adequadas.

Geralmente os temas trabalhados no Teatro são interligados com a Proposta do Projeto Interamérica Por Um Mundo Melhor, que tem como objetivo propiciar espaços de desenvolvimento dos valores humanos. No segundo semestre, cada turma apresenta uma peça trabalhada, ao longo do ano para suas respectivas famílias.

O Xadrez desenvolve várias habilidades/competências, dentre as quais: atenção, concentração, raciocínio lógico, planejamento, estratégias, imaginação, antecipação, autocontrole, frustração, perseverança e tomada de decisão.

As habilidades e competências desenvolvidas na aprendizagem do Xadrez são subsídios para o desenvolvimento de novas aprendizagens nas mais variadas áreas do conhecimento. Por exemplo, favorece a aprendizagem matemática auxiliando na aritmética, álgebra, geometria e na capacidade de resolver problemas.

As crianças do Integral participam também (livre escolha) do Circuito Escolar de Xadrez que acontece em Goiânia. O circuito é realizado em várias etapas e, cada etapa é sediada por uma escola inscrita no torneio. O jogo xadrez tem presença certa nos de torneios internos da Escola Interamérica entre eles o JOIA.

As aulas de Capoeira na Interamérica são apresentadas aos alunos como uma modalidade do Integral Opcional para os 2º ao 5º Anos. É um trabalho diferenciado de luta/ginástica com elementos da cultura brasileira, com inúmeras possibilidades a serem exploradas. Essa arte-luta busca o desenvolvimento integral do corpo, tem como suporte para aprendizagem corporal o movimento, o ritmo que ampliam as dimensões físicas e mentais. Nessa modalidade esportiva são referência os valores humanos e culturais, promovendo o respeito e a interação contribuindo para o desenvolvimento da socialização e aprendizagem de trabalho em grupo.

O prazer de ler é fundamental no processo de desenvolvimento das aprendizagens do leitor. Ao trabalhar com a Oficina de Leitura amplia-se a habilidade do ato de ler e ouvir histórias, podendo assim, aumentar o repertório imaginário, a criatividade, a fluência da leitura e da escrita.

As atividades propostas na Oficina de Leitura estabelece uma relação interdisciplinar com o Projeto Interamérica Por Um Mundo Melhor promovendo reflexão e ações pautadas nos valores humanos.

Nas aulas são desenvolvidas atividades que busca ampliar o repertório de contação de histórias, por meio de projetos específicos da disciplina. Também tem o Li e Indico que permite aos alunos que, estimulados pela leitura indiquem os livros a outros alunos, por meio de fichas indicativas.

A Oficina de Tarefa tem como principal objetivo orientar nos procedimentos que as crianças devem ter na realização das suas atividades de casa e classe: abrir agenda, pegar os livros didáticos, conferir as atividades feitas com autonomia e organização, utilizar corretamente seus materiais individuais e/ou coletivos, respeitando o tempo individual de cada aluno (a) na realização das mesmas.

Em sala, a professora esclarece possíveis dúvidas e as orienta no sentido de incentivar a pesquisa (em livros e internet) e a busca de respostas coerentes, bem como trabalhar a organização estética do material didático cuidando inclusive da grafia das palavras (ortografia) realizando o movimento correto da escrita (caligrafia).  Na Oficina as diferentes áreas do conhecimento são subsidiadas de acordo com as necessidades de cada aluno e pelas  atividades propostas em sala de aula.  Oferecemos jogos para as crianças, ora nos momentos em que já concluíram as atividades, ora como proposta de trabalho e apoio pedagógico

No período Integral, os/as alunos/as das séries do Fundamental 1 têm, além de outras disciplinas, aulas de Conversation Class (Aula de Conversação). São aulas com especialistas em ensino de inglês, professoras da escola. O foco dessas aulas se dá na comunicação em língua inglesa com a possibilidade de extensão dessa comunicação para além da sala de aula. A prática oral de temas previamente selecionados a cada mês faz-se por variadas vias, inclusive por meio da leitura (reading) e da escrita (writing), crendo ser a aprendizagem de uma segunda língua entrelaçada de todas as habilidades de produção da mesma. Acreditamos ainda que as variadas formas de aprender algo para cada sujeito é diferente, assim, nossa justificativa para acessar muitas maneiras de fazer acontecerem as atividades em sala de aula. 

Em 2015, o projeto Conversation Class teve início com a possibilidade de extensão das necessidades percebidas pelos/as professores/as de inglês do ensino regular. Necessidades essas decorrentes, especialmente, pelo curto tempo em sala de aula para a dedicação ao aprendizado das quatro habilidades: speaking, listening, reading e writing. Além da necessidade de cumprimento com o ensino do conteúdo do livro didático. Com o enfoque nas habiliidades de escrita, tomamos consciência de que as aulas no período Integral poderiam auxiliar os/as alunos/as no avanço em sua prática oral mais efetiva.  

Dessa forma, caminhamos para o segundo ano do projeto em nossa escola. Os objetivos foram ampliados e, com eles, novas possibilidades de alcance dos/as alunos/as que, a priori, apresentam alguma resistência ao aprendizado da língua inglesa. Temos visto que a quebra de paradigmas de que "inglês é difícil", chato e "não é importante para mim" tem ocorrido de forma bastante efetiva em sala de aula e fora dela, já que a proposta tem ganhado outros espaços da escola que não somente a sala de aula. 

Convidamos você para conhecer um pouco mais das English Classes e have fun com as novas possibilidades de comunicação!